Como Emagrecer Correndo?

Você está querendo perder aquelas dobrinhas indesejáveis na cintura e pensa que correr pode ser um bom caminho para atingir o seu objetivo – isso mesmo! Correr não é apenas uma maneira saudável de emagrecer como também é a mais popular. E aliada a uma dieta saudável a corrida pode ser realmente eficiente quando se trata de perder peso.

A melhor coisa sobre a corrida é que é fácil praticá-la. Você não precisa de nenhum equipamento especial e pode correr em qualquer lugar e a qualquer momento.

Falando superficialmente, para perder peso é preciso gastar mais calorias do que se consome. Calorias são uma unidade de calor e são a fonte de energia de seu corpo. Quando você come, além de ingerir vitaminas e nutrientes, você também está obtendo calorias e fornecendo energia para o seu corpo.

O seu corpo utiliza a maioria das calorias que você ingere por dia para funcionar – e aqui estamos falando da respiração, circulação sanguínea, piscar, andar, falar e assim por diante. As calorias extras são então armazenadas no seu corpo como gordura (forma que seu corpo possui de guardar essa energia para o dia seguinte). Cerca de 3.500 calorias extras equivalem a 450 g a mais de gordura no seu corpo. E isso quer dizer também então que para perder essas 450 g é preciso queimar 3.500 calorias a mais do que você está acostumada a fazer. Resumidamente falando, isso quer dizer que quanto mais calorias você ingerir, maior a energia que precisará gastar para se livrar delas (para que elas não se transformem em gordura).

Então, onde é que a corrida se encaixa no meio de tudo isso, e ela realmente ajuda a emagrecer?

Emagrecer não acontece de uma hora para outra e pode durar semanas e até meses para que você comece a notar alguma diferença em seu corpo. E se você combinar a corrida com uma dieta saudável de baixa calorias e menor consumo de gordura saturada, é certo que os resultados aparecerão mais cedo. Ao ganhar músculos com a prática de exercícios o seu corpo passará naturalmente a queimar mais calorias do que antes já que um corpo mais musculoso queima mais calorias o tempo todo, não apenas quando você está correndo [fonte: Mayo Clinic].

O mais triste sobre a corrida – e os exercícios em geral – é que se você continuar a fazer a mesma quantidade de exercício todos os dias, o seu corpo se adaptará e precisará cada vez de menos energia para realizar determinado trabalho. Por exemplo, se você corre a mesma distância na mesma velocidade todos os dias é muito provável que queimará cada vez menos calorias do que costumava queimar no início. Para que isso não aconteça é preciso aumentar a intensidade, velocidade e duração do treino.

Planos de corrida para emagrecer

Outros benefícios da corrida

É sabido que a corrida trás inúmeros benefícios, mas a perda de peso é realmente o maior deles. Porém, todos os outros benefícios não devem ser descartados. Correr abaixa o colesterol, a pressão sanguínea e reduz o risco de morte por doença cardiovascular e estes são apenas alguns dos efeitos positivos de uma corrida diária [fonte: Berkeley Lab]. E você sabia que a atividade física também o faz feliz? Exercício intenso provoca a liberação de endorfina, substância que dá sensação de prazer.

O melhor plano de corrida para emagrecer começa gradualmente e aumenta a duração e intensidade com o passar do tempo. Começar devagar ajuda o seu corpo a se adaptar à nova rotina para que você não canse e mantenha-se motivado. Sentir-se esgotado logo no início pode se desencorajador e desistir porque o treino está muito puxado não é nada bom para a sua cinturinha.

Você vai correr com uma freqüência suficiente para que a corrida torne-se parte de sua rotina, mas não demais para que você desista de tudo rapidamente. Se você está apenas começando, experimente correr cerca de três vezes por semana. Mesmo que você só corra entre 10 e 15 minutos em cada sessão, o importante é que a corrida já está fazendo parte da sua rotina. A partir de então, aumente alguns poucos minutos por semana nos seus treinamentos.

Como mencionamos anteriormente, mudar ajuda o seu corpo a não se acostumar com o exercício. Uma forma de fazer isso é com intervalo de treinamento, ou alternando períodos de intensa atividade com períodos de atividades mais leves. No início, tente alternar entre andar e correr. Mais tarde, com o aumento da sua resistência, você pode alternar entre trotar e correr. Uma atividade física intensa queima bastante calorias, mesmo que seja por um curto período de tempo. Além disso, essa forma de treinar também evita que você se canse muito rápido.

Outra forma de não deixar que seu corpo caia na rotina é correr em uma subida. Os benefícios disso são fáceis de serem reconhecidos – se você já tentou andar ou correr em um local íngreme sabe que é muito mais difícil. E se é muito mais difícil vai acabar queimando mais calorias.

Por fim, seus hábitos alimentares precisam estar alinhados com seu plano de corrida. Só porque você começou a correr não significa que você pode comer o que quiser – se você estiver queimando mais calorias, mas também comendo mais, não irá emagrecer. Além disso, o seu corpo é a única máquina que você precisa para correr, então mantenha-o abastecido com os alimentos corretos e você verá a diferença na próxima vez que subir na balança.

Fonte: http://saude.hsw.uol.com.br/

Anúncios

Correr Emagrece:

Desde que Isaac Newton criou suas leis de movimento – ramo da física que lida com a força exercida sobre objetos e que causa o movimento dos mesmos, as pessoas têm visto a caminhada e a corrida como a aplicação prática de suas leis. Ambas movem o corpo de um lugar para o outro. Uma vez que o corpo não muda – o seu peso continua o mesmo quer você esteja andando ou correndo – ele deve gastar a mesma quantidade de energia para movê-lo, não importando a maneira como você se move. E se essa explicação ainda não foi suficiente, podemos deixá-la mais clara – uma caminhada ou corrida gasta a mesma quantidade de energia, ou, em outras palavras, ambas gastam a mesma quantidade de calorias. Isso, de acordo com Isaac Newton.

Porém, os corredores perceberam há tempo que a caminhada e a corrida produzem resultados diferentes em se tratando de perda de peso. Parece, na verdade, que uma corrida gasta muito mais calorias do que uma caminhada.

Em 2004, um grupo de pesquisadores da Universidade de Syracusa, nos Estados Unidos, trabalhou tentando notificar o que a comunidade de corredores já havia percebido. Um estudo realizado com 24 homens e mulheres que tanto corriam como caminhavam em uma esteira mostrou que a corrida realmente gasta mais calorias. Na corrida os homens gastaram e média 124 calorias enquanto que as mulheres gastaram em torno de 105 (numa distância de 1.600 m). Já durante as caminhadas os homens queimaram em média 88 calorias e as mulheres 74 [fontes: Burfoot, Hall et al].

Peso, energia e calorias

Dê novamente uma olhada nos resultados do estudo da Universidade de Siracusa. Os homens queimaram mais calorias do que as mulheres nos dois segmentos porque eles são mais pesados. Mover um corpo mais pesado requer mais energia, portanto – queima mais calorias. A diferença entre correr e caminhar então está muito mais ligada ao peso já que caminhar requer muito menos movimento do que uma corrida.

Considere o que diz Amby Burfoot, escritor especializado em corrida. Quando caminhamos, mantemos o nível do centro de gravidade e nos impulsionamos levando as pernas para frente, uma de cada vez, dobrando o joelho e levando o centro de equilíbrio um pouco para frente. Correr, por outro lado, é muito mais complexo e envolve muito mais esforço do que uma caminhada. Quando um ser humano corre, ele ou ela se move para frente saltando de um pé para o outro, elevando e abaixando o seu próprio centro de gravidade em cada passada. Essa força que o indivíduo faz para empurrar o chão de modo a mover-se para a frente (e assim também vencer a força da gravidade) é o que explica o fato da corrida queimar mais calorias do que uma caminhada [fonte: Burfoot].

Então, quantas calorias são gastas em uma corrida? Novamente – o peso é o que importa, além de, é claro, a distância que a pessoa percorre e a duração da corrida. A Clínica Mayo usa a seguinte regra geral: um corredor pode calcular a quantidade aproximada de calorias que queima durante uma corrida simplesmente multiplicando o seu peso em pounds (lembre-se que 1 kg é igual a 2,2 pounds) por 0,75. Por exemplo, uma pessoa que pesa 73 kg (ou 160 pounds) queima 120 calorias em uma corrida de 1,6 km. Lembre-se também que a duração e a distância da corrida também afetam o gasto total. Se esta mesma pessoa correr 12,8 quilômetros em uma hora, gastará aproximadamente 986 calorias [fonte: Mayo Clinic].

por Josh Clark – traduzido por HowStuffWorks Brasil

Fonte: http://www.hsw.uol.com.br/