Combinações espertas!

A união de um alimento com outro pode melhorar a absorção de um mineral ou potencializar vitaminas…

Você pode ganhar inúmeras vantagens com as combinações que faz nas refeições. A nutricionista funcional, Elaine de Pádua, da clínica DNA Nutri, de São Paulo, mostra alguns pares perfeitos da dieta!

*Feijão com vitamina C (limão, laranja, acerola ou caju)
A quantidade de ferro obtida por alguns alimentos é muito pequena sem a ajuda da vitamina C. O feijão, por exemplo, é rico em ferro, porém, nosso organismo só consegue absorver cerca de 10% desse mineral. Se vier acompanhado de um alimento rico em vitamina C, como um suco de frutas cítricas, a absorção poderá aumentar até 40%, por conta das reações químicas que ocorrem em nosso organismo. Assim, essa combinação é uma ótima aliada para quem quer evitar a anemia.

*Feijão com arroz
A combinação dos dois é perfeita e um complementa o outro. O arroz é pobre no aminoácido lisina (um dos componentes da proteína), que é encontrado em grande quantidade no feijão. Já a metionina (ajuda no crescimento ósseo e na formação de colágeno) é pobre no feijão, mas tem de sobra no arroz. Além disso, a dupla também equilibra o índice glicêmico. Enquanto o arroz sozinho, principalmente o polido (arroz branco), pode disparar as taxas de açúcar e insulina na circulação, o feijão tem o poder de conter esse efeito, o que faz a glicose ficar estabilizada. A mistura é, portanto, bem-vinda para manter a glicemia em níveis adequados e diminuir o risco de diabete no futuro.

*Banana com canela
Uma boa ideia seria adicionar a canela em preparações com alto teor de carboidratos como, por exemplo, arroz, doces e banana, pois ela diminui o tempo de esvaziamento gástrico, bem como o da glicemia, após ingestão de uma refeição. A combinação dela com a banana, além de ser saborosa, evita a compulsão por doces e chocolates, principalmente no período da tarde. Além disso, a banana contém magnésio e potássio, essenciais para evitar os beliscos em geral.

*Iogurte com fibras (probióticos e prebióticos)
Os prebióticos são considerados fibras alimentares, que estimulam bactérias “benéficas” presentes no intestino. Já os probióticos são definidos como micro-organismos viáveis, presentes em alimentos industrializados, como iogurtes e leites fermentados, que afetam beneficamente a saúde do hospedeiro por promoverem o balanço da flora intestinal, sendo fundamentais para uma boa colonização. Por isso, para quem quer evitar o acúmulo de gordura abdominal pode investir nesta combinação.

*Ovo com azeite (óleo de canola, de soja, etc.)
O ferro existente no ovo possui uma baixa biodisponibilidade, ou seja, as substâncias presentes nele (quelantes) formam com o ferro compostos insolúveis que não são absorvidos. Mas a gordura, como o azeite, melhora a absorção do ferro e das vitaminas A e D.

Fonte: Revista Shape

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s