Light na páscoa!

1 Opte pelo chocolate amargo, que possui maior quantidade de cacau. Essa versão, geralmente de coloração mais escura, possui menor teor de gordura. Mesmo assim, procure não abusar!

2 Cuidado! Os chocolates diet podem ser tão calóricos quanto os tradicionais. A razão é a maior quantidade de gordura presente nessa versão. Os light também não são isentos de calorias. Abusar, então, dessa opção comprometerá seu regime da mesma forma que se estivesse saboreando a versão habitual.
3 Evite atacar todos os ovos no mesmo dia. Consuma pequenas quantidades da iguaria durante a semana da Páscoa, assim, consegue voltar à rotina alimentar com mais facilidade após o feriado prolongado.

4 Não estacione as atividades físicas nesta época. Aproveite o feriado para acelerar seu metabolismo com caminhadas, passeios de bike ou pulando corda. Os exercícios diminuem a ansiedade, o que a deixará menos propensa a ceder às tentações.

5 A salada deve ser sua entrada no almoço de Páscoa. Assim, você já se sentirá parcialmente saciada quando partir para a refeição principal. Coloque pequenas quantidades de alimento no prato e evite repetir!

6 Observe a embalagem do ovo de Páscoa. Se seu valor nutricional contém teor muito elevado de gorduras e açúcares, pede-se um consumo moderado, já que um pouquinho de chocolate pode ultrapassar a recomendação diária desses nutrientes.

7 Se receber muitos ovos de presente, divida-os com amigos e parentes. A ideia é só ter a quantidade que dure a semana do feriado. Muitos ovos significa excesso de chocolate por meses! Evite!

8 Após o almoço festivo, certamente virá a sobremesa. Procure, então, maneir ar no consumo dos chocolates nesta data. Prepare uma bela cesta de frutas para se deliciar à vontade.

9 Avise as pessoas ao seu redor, em casa e no trabalho, para que lhe deem um ovo pequeno ou outros itens menores, como bombons ou coelhinhos de chocolate.

10 Alimento muito consumido na Páscoa, o bacalhau é de fácil digestão e bem saboroso. Além disso, possui nutrientes como minerais (ferro, fósforo e magnésio), vitaminas (A, D e E) e tem baixa taxa de colesterol e gordura. Invista ne ssa iguaria!

11 Está exagerando nas guloseimas? Pare, se controle e pense no ganho de peso desnecessário que isso irá acarretar. Força!

Fonte: Revista Dieta Já

Proteína:

Ela está sempre presente no prato de quem mantém uma alimentação equilibrada. afinal, a proteína tem papel essencial no crescimento, reparação e renovação de células e tecidos, como ossos, músculos, pele, unhas e cabelo. E mais: ela é responsável também pela produção de enzimas, anticorpos e hormônios, que atuam no bom funcionamento do organismo.
E como se não bastasse essa lista de vantagens, agora ela é a queridinha da vez para quem quer manter o corpo enxuto e dar adeus aos pneuzinhos. “Alimentos proteicos demoram mais tempo a serem digeridos e absorvidos pelo organismo. Por isso, prolongam a sensação de saciedade e reduzem a compulsão por carboidratos e doces. Com a demora na digestão, o organismo passa a usar a gordura para produzir energia, o que leva à perda de peso”, explica Roseli Rossi.

Ou seja, a proteína afasta a fome por um período maior, o que ajuda qualquer mortal a controlar o garfo. Mas cuidado: para emagrecer sem perder a energia, é preciso diminuir – e não abolir – as porções de pães e massas, priorizando a versão integral. “Quando se reduz o consumo de carboidratos, o nível de insulina na circulação diminui. E quanto menor a taxa desse hormônio no sangue, melhor! Afinal, ele é o responsável pelo temível acúmulo de gordura na cintura e nos quadris”, explica a nutricionista.

A CIÊNCIA COMPROVA

– Um estudo recente publicado pela Universidade de Copenhague, na Dinamarca, provou que a proteína merece a boa fama. O trabalho, realizado desde 2005, envolveu 772 famílias distribuídas em oito países europeus, e constatou que as pessoas que seguiram uma dieta rica em proteínas magras tiveram um aumento de peso menor do que aquelas que adotaram um regime pobre em proteínas.

– Um trabalho recente, publicado no British Journal of Nutrition, revelou que o consumo de proteínas no café da manhã multiplica em até cinco vezes a sensação de saciedade ao longo do dia.

Top 10: os mais protéicos:

Alimento (porção de 100g)                            Valor de proteína (g)

1. Soja em grãos                                      36

2. Filé mignon grelhado                            35

3. Peito de frango assado sem pele         33

4. Leite em pó desnatado                         33

5. Sardinha assada                                   32

6. Fígado bovino grelhado                        30

7. Merluza assada                                     27

8. Carne moída                                          27

9. Cação cozido                                         26

10. Bacalhau cozido                                    24

Fonte: Roseli Rossi, nutricionista da clínica Equilíbrio Nutricional (SP) -Revista Corpo a Corpo

Caro, muito caro.

Como naquela época eu odiava ser inocente, ser indecisa, nunca ter vivido, nunca ter sofrido – pra saber como é…nunca ter experimentado o amor, o suor, a loucura, a decepção.

Mas como a vida continuava, esses tempos foram chegando, essas vivências, as quais você agora, adoraia nunca ter de passar,  você nem tem curiosidade mais. Os dias ficam escuros, a alma chora sem lágrimas, a sede e a fome parecem isurportáveis. A necessidade de ser reconhecido no que se faz, ser admirado pela beleza, ser amado por todos. Pagar as contas, cuida da casa, comprar comida…vida de adulto. Mas eu ja cresci? Nem notei. Ou  talvez nunca quis notar.

Ah, a tal da liberdade é cara.

O tal do amor também é caro, ao homem às vezes custa carro, moto, casa, cartão de crédito, paciência, explicações… à mulher custa um pouco menos( será mesmo?), apenas algumas lágrimas, desculpas, reconciliações, tristezas, silicones e, você sabe, uns agrados.

Agora, as experiências de vida se acumlam, os ‘não’, as grosserrias, os sorrisos, as gentilezas. Tudo isso vai nos deixando mais rudes por dentro, mais calejados, vividos. O objetivo passa a ser não errar mais, não aceitar mais, e se der tempo, ser feliz. É  estranho; normalmente as pessoas tendem a ficar mais pra ruim do que pra bom. Eu também, ficarei mais ruim pro que é ruim, e mais bom pra quem é bom.

Hábitos que te deixam mais velha!

De nada adianta gastar dinheiro com procedimentos estéticos modernos e cremes incríveis se o dia a dia estiver repleto de deslizes:

“Para cultivar uma aparência jovem é preciso aliar os avanços da medicina ao estilo de vida saudável”, garante a especialista em medicina estética Carla Góes, autora do livro “Beleza Sustentável”, lançado pela editora Integrare. Ao Delas, Carla aponta seis hábitos que detonam a beleza e diz o que é preciso fazer para mudar.

Dormir pouco
Uma noite mal dormida pode gerar efeitos visíveis. É durante o sono que produzimos o hormônio do crescimento, responsávelpela regeneração das células e pelo humor. Então, para ficar linda, não dispense a companhia do travesseiro. “Uma boa noite de sono recompõe as células do organismo, faz o cabelo crescer, melhora o desempenho sexual, acelera o metabolismo e diminui a propensão para engordar”, explica Carla Góes.

Novo hábito: A especialista indica criar um ritual para o sono: “O corpo tem que entender que é hora de desacelerar”, diz.

Entre as dicas para dormir bem estão: tomar um banho morno, deixar os eletrônicos fora do quarto ou desligados, optar por uma luz suave e aromatizar o ambiente com essência de lavanda. Vale também ingerir um copo de leite morno com mel ou com noz moscada ralada. Durante o jantar, não exagere no álcool. Mas para quem não abre mão, uma taça de vinho tinto é a boa pedida. Além de relaxar, o vinho é rico em polifenóis, um antioxidante presente nas uvas com ação rejuvenescedora.

Consumir açúcar refinado em demasia
Ele pode estar no brigadeiro e no bombom, mas também no cafezinho e no refrigerante. O açúcar refinado em excesso é considerado quase uma substância tóxica para o organismo. Ele aumenta o risco de desenvolver diabetes, causa problemas nos dentes, irrita o trato digestivo, engorda, pode desencadear dores de cabeça e diminuir a imunidade. Além disso, o açúcar refinado afeta diretamente a beleza, uma vez que dificulta a renovação das células: “Durante o refinamento, ele perde nutrientes e vira só fonte de caloria”, explica a especialista, que ainda completa: “Também rouba do organismo vitaminas e minerais como o cálcio, e ainda deixa a pessoa mais irritada”.

Novo hábito: Apesar de parecer um dos grandes vilões da beleza, o açúcar é importante como fonte de energia. Para evitar ingerir a substância em excesso, vale trocar o açúcar refinado por mel e os doces por frutas, sucos ou um chá adoçado com açúcar mascavo. Isso não significa abrir mão de tudo, mas sim fazer substituições inteligentes sempre que for possível.

Estresse
Além do estado emocional, pele e cabelo sofrem com o estresse. “Causa mau humor, úlcera, gastrite e queda de cabelo. Ele também tira o sono, facilita o surgimento de fios brancos, diminui o colágeno e ainda pode causar acne em mulheres de 40 anos”, explica Carla Góes.

Novo Hábito: Para combater o estresse, a especialista indica fazer caminhadas e atividade física. Manter uma alimentação equilibrada, evitar cigarro, café e refrigerantes também são medidas que devem ser adotadas. No mais, a autora de “Beleza Sustentável” indica estar bem com a família e evitar ambientes estressantes. Acredite: desmarcar aquele compromisso social chato pode fazer bem para a pele.

Fumar
O fumo causa vasoconstrição, impedindo que nutrientes essenciais cheguem à pele. “Os poros ficam dilatados. Cabelo, unha e pele ficam opacos. Facilita o aparecimento de olheiras, engrossa a voz, deixa os dedos amarelados”, lista Carla Góes, que também reforça outros malefícios do cigarro, como impotência, perda do apetite sexual e câncer.

Novo Hábito: Determinação para parar. Procurar ajuda médica pode fazer o processo mais suave: “Hoje já existem vários recursos como medicamentos, adesivos e acupuntura que podem ajudar. Mas é a pessoa que tem que querer parar”, diz.

Vida sedentária
Inúmeros são os motivos para você se matricular na academia. Além contribuir para uma aparência mais envelhecida, a falta de atividade física ainda causa aumento de peso, diminuição da resistência e pode complicar casos de diabetes, hipertensão sanguínea, osteoporose, entre outras doenças. “Estamos vivendo mais, temos que ter estrutura para aguentar esse corpo. A prática de exercícios reduz obesidade, dá mais ânimo e eleva a autoestima”, ressalta a especialista.

Novo hábito: No dia a dia, alguns hábitos podem contribuir para uma vida mais ativa, como usar as escadas ao invés do elevador; substituir o carro pela bicicleta ou caminhada; aproveitar o horário de almoço para dar duas voltinhas no quarteirão, etc.

Exposição solar
A luz solar é um dos principais fatores de envelhecimento: “Podemos constatar um exemplo desta ação quando observamos mulheres que ficaram expostas ao sol. A pele do rosto e do colo tem um aspecto mais rugoso, manchado e com presença a de linhas”, explica a médica. Além da beleza, a saúde também pode sofrer com o sol. Os raios os raios ultravioleta podem causar câncer de pele, dano aos olhos e reprimir o sistema imunológico.

Novo hábito: Já virou um mantra, mas não custa repetir: é indispensável o uso de protetor solar todos os dias, na praia e na cidade, inclusive em dias nublados. E não adianta aplicar só no rosto, mãos, braços e pescoços não devem ser esquecidos.

autora: Alexandre Adoni
fonte: IG Delas – Chic Blog