Melhore seu corpo!

Bronzeie a pele:

Nada como uma pele bronzeada para disfarçar a celulite, as estrias e criar ilusão de emagrecimento. Mas cuidado, nada de sol nos horários críticos e sempre usando protetor solar!

Dieta líquida:

Na semana que antecede as festas, escolha dois dias (com intervalo entre eles) e passe à base de líquidos. Segundo o nutricionista ortomolecular Gil de Abreu, de São Paulo, a idéia é desintoxicar o sistema digestivo para que absorva de forma mais eficiente as vitaminas, os minerais e as substâncias antioxidantes. Isso atenua a celulite, dá luminosidade à pele e enxuga medidas. Aposte em sucos, vitaminas, iogurtes e sopas. No café-da-manhã e nos lanches, prepare sucos com três ou quatro frutas diferentes e acrescente uma colher de albumina (proteína da clara do ovo, rica em aminoácidos, que dá sensação de saciedade). “Nas demais refeições, experimente sopas de legumes processadas e acrescente aveia em flocos finos, cevada ou linhaça”, sugere o especialista. Atenção: nada de ficar só em suquinhos heim! Sou bem crítica com esse tipo de dieta, mas, você conhece bem seu corpo e deve saber os limites dele, por isso muito cuidado e nunca fique numa dieta dessas por muito tempo.

Corte pães e doces:

Evite tudo o que for feito com farinha refinada branca – pães, bolos, tortas, biscoitos, massas. Substitua por versões preparadas com farinha integral de aveia, quinoa (grão originário da Bolívia e riquíssimo em proteína), trigo, centeio, linhaça ou soja. “Esses alimentos fazem com que o organismo libere energia aos poucos: isso significa maior tempo de saciedade e menos ataques à geladeira. O intestino se regulariza, a barriga murcha e a sensação de peso desaparece”, garante a nutricionista Viviah de Andrade, da Clínica Più Bella, no Rio de Janeiro.

Invista em chás:

Prefira os amarelo-claros e os avermelhados, como chá verde, chá branco, de hortelã, cidreira, camomila, maçã, abacaxi e frutas vermelhas. De modo geral, os chás hidratam (a pele fica mais viçosa), acalmam (inclusive amenizam a compulsão por mais comida), têm ação antioxidante (rejuvenescem a expressão), aceleram o metabolismo (promovendo a queima de gordura) e ajudam na digestão. Os especialistas indicam uma ou duas xícaras por vez, três a quatro vezes ao dia.

Esqueça o refrigerante:

Com o calorão, a gente sabe que isso não é fácil! Mas a explicação convence: refrigerante não tem valor nutricional, não acrescenta nada de saudável ao organismo, não substitui a água, prejudica a digestão e, graças ao gás, aumenta o volume abdominal (barriguinha, hello!). “Ambas as versões, light ou normal, têm altas quantidades de sódio e favorecem a retenção de líquidos. O resultado é uma sensação de inchaço localizado ou de ganho de peso”, alerta Gil de Abreu. Você pode trocá-lo por sucos de baixo valor calórico (limão, abacaxi, melão, melancia) ou por águas aromatizadas.

Fonte: Revista Claudia.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s